Laserterapia

O laser é uma tecnologia muito usada em medicina estética. Consiste na utilização de um dispositivo, que, através de um «efeito térmico», é capaz de desencadear uma determinada reação nos tecidos do corpo. Há lasers para depilação, para tratar os derrames vasculares e lasers para tratar as alterações estéticas da pele propriamente ditas, como tratar cicatrizes de acne, rugas, “sinais”, lentigos, «manchas», queratoses actínicas, cicatrizes e coloides, entre outros. Pode ser feito no corpo, em lesões pontuais, (por exemplo nas «manchas» das mãos) mas é acima de tudo útil no rosto, no chamado resurfacing. Podem ser não ablativos ou ablativos como é o caso do Laser CO2 Fraccionado.

O laser, à semelhança de um peeling ou de uma dermoabrasão, causa uma «agressão» controlada da pele de forma que posterior surja a renovação da mesma. É possível atuar também a nível de flacidez já que o calor aplicado consegue promover a contração cutânea através da estimulação dos fibroblastos aumentando a produção de elastina e colagénio.

O laserterapia, dependendo do objetivo e do laser a aplicar tem indicações e protocolos muito específicos que são detalhadamente explicados na consulta de avaliação.